ARMAS NA LUTA CONTRA O MALIGNO

ARMAS NA LUTA CONTRA O MALIGNO
Para esta luta contra o mal, na qual estamos todos nós empenhados, o Senhor nos oferece "armas", além da prudência que devemos ter para evitar toda contaminação. São elas:
1 - a Palavra de Deus,­
2 - a invocação do nome de Jesus;
3 - o clamar do poder do Sangue de Jesus;
4 - o louvor a sós ou comunitário;
5 - a frequência aos sacramentos, especialmente a Eu­caristia e a reconciliação;
6 - o dom do discernimento dos espíritos;
7 - o dom de línguas;
8 - a invocação dos santos anjos;
9 - a ajuda da comunidade;
10 - a oração, o jejum, as vigílias;
11 - a oração de libertação, cortando os tacos que nos prendem aos antepassados, laços esses relativos ao ocultismo ou a toda contaminação e opressão do ocultismo;
12 - a oração de libertação, cortando os laços que nos prendem aos antepassados quanto a maçonaria, li­bertando da marca de iniquidade e excomunhão, de orgulho e avareza;
13 - a recitação do Magnificat, dos salmos 90 e 50;
14 - a invocação de Maria; o terço;
15 - a renovação das promessas do batismo, renunciando, mais uma vez, a satanás, ao mal, às religiões falsas entregando-nos totalmente a Jesus Cristo como o Senhor de nossa vida;
16 - o revestimento da armadura de Deus, como vemos em Efésios 6,10-20.
(WALSH, Rev. Mons. Vincent M. Conduzi meu povo. São Paulo, Loyola, 1982. p. 72).