Historias da familia galvão

A Família Galvão Divulgar essa história faz parte de umprocesso genuíno de amadurecimento e retorno à tradições que mantém acesas achama dos valores familiares passados de pai para filho e que foramforçadamente esquecidos e quase extintos pela sociedade atual. Esse esquecimento se deu especialmente depoisda Revolução Francesa, especialmente no século XIX, quando os valores dasociedade burguesa passaram a predominar. Desta forma passou a valer “o ter”,enquanto “o ser” foi paulatinamete esquecido. Por isso, hoje, o ser humano valepelo que tem e não pelo que é. A história da Familia Galvão consta nos Armoriais[1] de Genealogia e Heráldica da Europa, sendo um sobrenomeportuguês cuja origem era tida como incerta. Nos documentos mais antigos encontra-segrafado como Galvam, como era no português arcaico. Alguns estudiosos apontavamque a palavra teria sua origem no latim Galbanus, nome de uma planta sempreverde. Outros diziam ser uma palavra do gaulês[2] Gwalwanus, espécie defalcão branco, ou, mais ainda, originário do galês[3] Gwalchmal, que significacortês. Os potuguese consideram Dom Pedro Galvão como o fundador da família.Esse rico cavaleiro da corte, falecido em 1170, foi sepultado em um mosteiroque ele próprio construiu e doou à uma Ordem Religiosa. Mas, ao queparece, esta família é inglesa e traz suas origens no clã de Galvim daquelereino. Os estudosatuais dizem que o nome Galvão deriva da palavra galesa“Gwalchmei” e significa “Falcãode Maio”. O uso do sobrenome teria início em “Sir Gawaine”, filho primogênitodo último rei de Orkney[4]. Segundo a lenda, Sir Gawaine, teria pertencido à Ordem de CavaleirosSagrados da Tavola Redonda cujo líder era Sir Arthur Pendragon, rei daBretanha, senhor do castelo de Camelot, detentor do poder da espada deExcalibur.